CAMPANHA SALARIAL 2020: É NECESSÁRIO MOBILIZAR PARA FORTALECER


PUBLICADO EM 15 DE JULHO DE 2020

É importante que fique claro que direitos não estão em negociação. Pela manutenção de todos os direitos, Greve!

A primeira coisa que deve ser dita aqui é que ninguém nos sindicatos acredita que pode sair negociação com a empresa de forma amigável para continuarmos com todos os nossos direitos. Se fosse para conseguir isso sem luta a empresa não teria entrado com o processo no STF e conseguido a redução da duração dos nossos direitos de 2 anos para 1 ano.

Como já é de conhecimento da maioria, o SINTECT MA participou da primeira reunião na pessoa do secretário geral Marcio Martins (10/07), para dar o recado de que é absurdo o plano da empresa de querer retirada de direitos dos trabalhadores sendo aprovada em assembleias.

Ontem mesmo, dia 14, a empresa soltou seu documento oficial “primeira hora” alertando que a proposta da empresa é a destruição de TODO o acordo coletivo e hoje (15/07) em publicação extra, reforçou que é ordem do governo federal, do ministério da economia de Paulo Guedes (o mesmo que está sendo investigado por roubo de bilhões no POSTALIS), a extinção de todos os nossos direitos.

Os sindicatos da FINDECT não participaram dessa reunião pois não existe sentido nenhum em negociar o que já está decidido pela sentença judicial no TST. O STF que deve retirar sua decisão liminar que diminuiu o prazo de nossos direitos e pronto. Quem vai para negociação abre mão do que tem para tentar ganhar mais ou arriscar perder. E isso não é o desejo da categoria. O desejo da categoria é trabalhar em paz e com segurança, sermos úteis na sociedade inclusive no pior momento da pandemia e sermos remunerados com o suor de nossas camisas.

A diretoria do SINTECT MA chama todos os trabalhadores a não terem dúvidas.  Não será aceita nenhuma proposta de direitos a menos.

Todos os trabalhadores devem ter certeza que o caminho é falar e agir defendendo todos os direitos. Devem se mobilizar para preparar suas famílias e confrontar os que não fazem greve, para dessa vez lutarem em defesa de nossos direitos.

Não caiam na conversa de que está tudo perdido, não se deixem levar por derrotismo, vamos insistir na mobilização para chegarmos fortes nas assembleias.

Caso todos os trabalhadores participem (ou quase todos), dessa vez pode ser que a pressão seja tão grande que o judiciário se sensibilize do que fez ou que a diretoria da empresa seja obrigada a recuar de todos os ataques. Se vier a proposta final da empresa de manutenção dos nossos direitos e reajuste pode ser que não haja greve. Tudo depende das decisões das assembleias.

Mas se a direção da empresa, por ordem do governo Bolsonaro continuar atacando qualquer dos nossos direitos faremos greve com todos os trabalhadores do Brasil e ficaremos parados até o dia do julgamento no TST e STF. Demore o tempo que demorar, só sairemos da greve com todos os nossos direitos garantidos por mais 2 anos.

DIRETORIA COLEGIADA DO SINTECT-MA

ACT-20_21- Apresentação Proposta ACT

Apresentação Proposta ACT

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

GREVE DIA 17/08 – PRINCIPAIS DÚVIDAS

GREVE DIA 17/08 – PRINCIPAIS DÚVIDAS

PUBLICADO EM 03 DE AGOSTO DE 2020 Após o anúncio de que a assembleia de avaliação para greve acontecerá no dia 17/08 (onde se aprovada, estaremos todos em greve no Maranhão dia 18)...

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post