JULGAMENTO DO DISSÍDIO COLETIVO DEFINE O QUE SAI E O QUE FICA NO ACT DOS TRABALHADORES NA CAMPANHA SALARIAL 2021/2022


Publicada dia 22/11/2021 20:00

Tamanho Fonte:

Há algumas horas acabou o tão esperado julgamento do nosso dissídio coletivo 2021. Não foi nem de longe da forma que gostaríamos, mas o fato é que terminou.

Um breve resumo do que foi mantido ou conquistado:

Reajuste 9,75% retroativo a agosto de 2021 e seus reflexos;

15% para quem trabalhar aos sábados;

Reuniões nos locais de trabalho: garantido o acesso dos dirigentes sindicais para reuniões nos locais e trabalho;

Mantidas a promoção da equidade racial e garantia ao empregado estudante;

Período de amamentação ficou mantido em 2 períodos de meia hora;

CIPAS por local de trabalho;

Mantida a cláusula de saúde do trabalhador que garante apoio psicológico aos funcionários e seus familiares.

O tão temido banco de horas ficou de fora, como gostaríamos que fosse, mas infelizmente muitas outras coisas também, a exemplo da Cláusula 11 (antiga cláusula 10) que tratava do enfrentamento à violência contra a mulher, dando suporte a essa trabalhadora vítima de violência doméstica.

Além desta, a cláusula 21 (antiga cláusula 20) que tratava da liberação de dirigentes sindicais com ônus para a empresa foi retirada.

Diante disso, é necessário que neste momento, todos nós voltemos novamente o nosso foco e esforço para a luta contra a privatização dos Correios e nos fortalecendo para o ACT 2022.

Em breve mais informações e mais detalhes serão explicados conforme publicação da sentença

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial 2021

Campanha Salarial 2021