COMO ESTÁ O ASSUNTO PRIVATIZAÇÃO NOS CORREIOS


PUBLICADO EM 12 DE JANEIRO DE 2021

Provando que a atual diretoria do Correios age contra os interesses dos trabalhadores, da empresa e da sociedade, foi lançado a alguns dias um texto no Primeira Hora em defesa da privatização.

A diretoria do SINTECT- MA, hoje está sobrecarregada de trabalhos, buscando soluções de problemas causados pela gestão do Correios e por isso inicialmente não deu importância para as informações lá contidas por dois motivos:

1- É um texto inútil que não traz nada de novo no assunto privatização;
2- Não é interessante para os trabalhadores ficarem repetindo as falsas informações do atual governo federal mentiroso. Preferível mesmo é gastar tempo e esforços com situações mais úteis.

A diretoria do sindicato está agindo para que a empresa solucione problemas por exemplo de engenharia nas unidades, de segurança nos locais de trabalho, alertando contra os riscos da Covid, lutando pela saúde dos trabalhadores na pandemia, discutindo rumos para o POSTALIS, alertando sobre os riscos do PDI, dando assistência aos aposentados que foram demitidos pela reforma da previdência, buscando ampliar o número de pessoas que possam trabalhar em dois empregos em horários diferenciados, exigindo da empresa contratações, cobrando o pagamento de vales alimentação, lançamento de quitação das horas de greve, a lista é longa.

São muitas, muitas mesmo as atividades do SINTECT MA que não pararam.

Sobre a luta contra a privatização ainda tem mais:

•          Diálogo com as centrais sindicais para lutas unificadas contra a privatização;

•          Produção de material digital para distribuição em redes sociais (vídeos, fotos, textos, etc) dos funcionários, amigos e parentes;

•          Pressão junto aos partidos de esquerda para que o tema contra a privatização esteja nos itens da eleição do presidente da câmara;

•          Diálogo com a frente ampla parlamentar em defesa dos Correios sobre como andam as discussões de privatização;

•          Acompanhamento dos julgamentos envolvendo quebra de monopólio a serem realizados no primeiro trimestre no STF;

Enfim, o que mais têm são atitudes dos poucos liberados para atividades sindicais frente à grande quantidade de trabalho que tem para ser feito. O que não falta é disposição de lutar. A atual direção do sindicato não desiste de representar bem os interesses dos trabalhadores.

DIRETORIA COLEGIADA DO SINTECT-MA

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial 2021

Campanha Salarial 2021