CORREIOS LANÇA NOVO INFORME EM QUE TENTA RESPONSABILIZAR SINDICATOS E TRABALHADORES


PUBLICADO EM 26 DE MARÇO DE 2020

Os Correios mais uma vez tenta fazer parecer que os sindicatos e os trabalhadores entenderam ERRADO ou de forma “distorcida” como ela mesma falou, as informações veiculadas por ela em seu informativo Primeira Hora Extra e ofício.

Ela ainda insiste em dizer que está tomando todas as medidas e diretrizes do Governo Federal (dessa forma, até dá pra entender por que ela tem feito tão pouco pelos trabalhadores). Trabalhadores em teletrabalho e trabalho remoto têm cortes de gratificações e vale transportes, falta de EPIs (risco biológico) tais como álcool em gel, máscaras e luvas para os demais trabalhadores.

Lembramos que, as instruções divulgadas em caráter oficial nos canais de comunicação da empresa no dia 17 de março permanecem em vigor.

Ela ainda afirma que manterá as orientações descritas nos seus documentos oficiais (Primeira Hora, Ofícios e canais de comunicação) e que cabe a cada gestor garantir o bom funcionamento de suas áreas para que não haja atraso ou paralisação das atividades da empresa, ou seja, não demonstrando nenhuma preocupação com o bem estar de seus trabalhadores, mas com a continuidade das atividades. Sem falar que, muitos gestores não têm, a menor ideia de como agir nessas situações, dificultando ainda mais a vida dos trabalhadores.

No documento a empresa afirma quem as medidas determinadas por decisão judicial continuarão sendo cumpridas integralmente. No entanto, mesmo com a liminar do SINTECT-MA até o momento a empresa não disponibilizou EPIs (risco biológico) em quantidade suficiente para os trabalhadores.

Os trabalhadores dos Correios têm compromisso com o Brasil e com os brasileiros, e têm mostrado isso diariamente, saindo às ruas para trabalhar, independente de a empresa oferecer ou não o devido suporte.

Orientamos aos trabalhadores que, em situação de assédio por parte da empresa, entre em contato com o sindicato.

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post