CORREIO DÁ LUCRO, MAS VOU PRIVATIZAR, DIZ BOLSONARO


PUBLICADO EM 23 DE DEZEMBRO DE 2019

Contradição evidencia que a privatização é ideológica, para favorecer os empresários do setor, e que as alegações são enganosas e falaciosas!

LUTAR PARA IMPEDIR É TAREFA DE TODOS!!!

Em entrevista ao SBT no domingo, 22 de dezembro, o presidente  voltou a afirmar que a privatização dos Correios é a mais importante para seu governo, com o discurso contraditório e enganoso que tem caracterizado a campanha para desacreditar a ECT e criar um clima favorável à venda.

Veja algumas afirmações dadas por ele no programa Poder em Foco.

“Correio foi foco de corrupção para um projeto de poder da esquerda no passado”

Esse argumento tem sido repetido pelo presidente e seus funcionários para justificar uma suposta necessidade de privatizar. Falam e não provam. Mas mesmo que fosse verdade, se foi  foco no passado, por que tem que tem que privatizar agora?


“Onde tem um monopólio, não tem como não dar certo”

Afirmação clara de quem não conhece a realidade dos Correios. Não sabe que o monopólio é só de correspondência, e que ele serve para sustentar o subsídio cruzado, essencial para garantir atendimento nos mais de 5.000 municípios que não dão lucro.


”Esse ano devemos terminar com lucro nos Correios, devido à nova administração”

O presidente não se envergonha de ser contraditório ao ponto de dizer que a empresa vai  fechar o ano em lucro, porém precisa ser privatizada. Mesmo com a sucateamento, a falta de investimento e de contratação e as medidas para piorar o atendimento, como o DDA, o lucro está ai. Os Correios sempre deram lucro e podem dar muito mais, é só atuar para isso!


Menos direitos

Bolsonaro voltou a afirmar também que o programa verde e amarelo tem a finalidade de facilitar a vida de quem emprega, das empresas. Que o trabalhador vai ter que decidir um dia, menos direitos e emprego, ou direitos e desemprego. E que taxar o seguro desemprego para favorecer os empresários se deve a corrupção. Como assim? Nem se preocupa em inventar um argumento.

Todos na luta

A ano de 2020 tem que ser de muita luta. O governo continua no ataque. Já fez a reforma da Previdência, precarizou as relações de emprego com suas medidas provisórias, privatizou várias empresas e vai muito além na destruição dos direitos trabalhistas, sociais e democráticos, na entrega do patrimônio nacional e nas privatizações, se os trabalhadores deixarem!

Por isso, vem pra luta junto com a FINDECT e os Sindicatos filiados!!!

Fonte: FINDECT

 

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post