SINTECT-MA INFORMA:ESTÁ SUSPENSA A ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA DESTA TERÇA (17/03)


PUBLICADO EM 16 DE MARÇO DE 2020

Diante da pandemia do covid-19 (novo coronavírus), em concordância com as orientações da Organização Mundial de Saúde e das várias limitações para aglomerações humanas anunciadas pelos governos estaduais e municipais e seguindo a orientação da FINDECT aos sindicatos filiados,  o SINTECT-MA vem através deste, informar aos trabalhadores e trabalhadoras a SUSPENSÃO DA ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA que aconteceria nesta TERÇA-FEIRA (17/03) em São Luís.

Tão logo quanto seja possível informaremos nova data para a realização da assembleia assim como das demais programações que já estavam sendo encaminhadas antes destes acontecimentos.

Contamos com a compreensão de todos e pedimos que tomem as devidas precauções e cuidados para com sua saúde, de suas famílias e da sociedade.

DIRETORIA COLEGIADA DO SINTECT-MA

 

LEIA ABAIXO O INFORMATIVO NA ÍNTEGRA:

FINDECT SUSPENDE ATIVIDADES COM AGLOMERAÇÃO EM FUNÇÃO DO CORONAVÍRUS

O momento exige responsabilidade, seriedade e compromisso de todos com a contenção da proliferação do coronavírus.

Por isso a Diretoria da FINDECT atendendo ao apelo dos trabalhadores e trabalhadoras aos dirigentes em suas bases e nas redes sociais, orienta os Sindicatos filiados por adiarem a assembleia de Greve do dia 17 de março para uma nova data, a ser definida oportunamente.

A medida está em consonância com as orientações da Organização Mundial de Saúde e das várias limitações para aglomerações humanas anunciadas pelos governos estaduais e municipais.

Com a ausência de vacinas e medicamentos contra o coronavírus, a atitude mais sensata no momento é a prevenção. Os países em que o vírus se alastra lentamente e sob controle, são justamente aqueles que tomarem medidas precoces de isolamento social e a testagem em massa, como Japão e Coreia do Sul, por exemplo.

Frente à probabilidade de uma explosão da contaminação pelo vírus a partir dessa semana no Brasil e do cancelamento por parte das centrais sindicais do ato unificado do dia 18 de marcado pelas centrais, a diretoria da FINDECT e Sindicatos filiados decidiram adiar a assembleia marcada para dia 17 de março e a greve da categoria para uma data a ser decidida assim que a pandemia estiver sob controle.

É a atitude mais prudente e responsável a ser adotada no momento. Promover aglomeração pública e contato entre centenas ou milhares de pessoas seria no mínimo uma grande irresponsabilidade com a saúde pública, além de prejudicar a conscientização a população para os perigos da doença e a necessidade de seguir as medidas de segurança decididas pelas autoridades competentes.

A mobilização continua
A mobilização da categoria deve continuar e ser fortalecida, para que no momento do retorno à luta a disposição de cada companheiro esteja no máximo.
Isso é muito importante porque a pauta da categoria é longa e urgente.

As condições de trabalho estão péssimas porque o sucateamento e a precarização avançam a cada dia. O ataque ao convênio médico e demais direitos da categoria é cada dia mais feroz. A Campanha Salarial se aproxima e será necessária uma grande luta de resistência em defesa do Acordo Coletivo. O governo insiste no desmonte e na privatização dos Correios, o que impõe a defesa dos empregos dos ecetistas, do direito da população à comunicação postal e da importância que a ECT tem para segurança e integração nacionais, entre outros.

A ECT tem obrigação de fazer campanha de prevenção e fornecer itens de segurança imediatamente!
As Diretorias da FINDECT e dos sindicatos filiados enviaram ofícios à direção dos Correios reivindicando responsabilidade com a saúde da categoria e a divulgação imediata de medidas para prevenir contaminação pelo coronavirus.

Essas medidas implicam uma campanha de conscientização em todas as unidades quanto aos procedimentos a serem adotados no ambiente de trabalho, bem como o fornecimento dos itens necessários e obrigatórios para proteção, como o álcool apropriado, máscaras e luvas.

Mais que uma questão de responsabilidade, trata-se de uma obrigação da direção da empresa para ajudar a evitar que a doença se espalhe, que já era para ter sido encaminhada.

Seguiremos mobilizados, na luta, evitando o fomento de grandes aglomerações conforme orientações da OMS, nesse sentido a direção da FINDECT orienta os Sindicatos por:
1. Suspender qualquer atividade que tenha aglomeração de pessoas, temos que acatar! Não podemos correr risco nenhum, nem facilitar com esse vírus. Nesse momento, precisamos ter CAUTELA, estamos enfrentando uma pandemia;

2. Suspender as assembleias de greve, da próxima terça-feira (17/03) e manutenção do estado de Greve permanente;

3. Estão suspensas também as manifestações de quarta-feira (18);

4. Intensificar a cobrança na direção dos Correios sobre as medidas de proteção aos trabalhadores pelo governo federal, estadual e municipal que visem garantir a saúde, segurança e efetividade no combate à pandemia.

A FINDECT orienta os trabalhadores a manter uma mobilização permanente nesse momento, ainda mais por conta dos diversos ataques do governo Bolsonaro que não têm compromisso algum com a população, saúde e direitos dos trabalhadores.

Em breve, a FINDECT divulgará as orientações de atividades de mobilização virtual.

 

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

O QUE O SINDICATO ESTÁ FAZENDO?

O QUE O SINDICATO ESTÁ FAZENDO?

PUBLICADO EM 02 DE JULHO DE 2020 Essa é uma pergunta das mais feitas quando aparecem problemas no Correios. Inclusive, porque as notícias ruins se espalham em grande velocidade e o...

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post