ATUALIZAÇÕES SOBRE A LIMINAR DO TST EM RELAÇÃO AO PLANO DE SAÚDE DOS TRABALHADORES


PUBLICADO EM 29 DE JANEIRO DE 2020

Como é do conhecimento de todos, infelizmente para nós trabalhadores, a liminar do TST foi cassada pelo Ministro Fux do STF.

A diretoria da FINDECT esteve reunida em nesta segunda e terça (27 e 28/01) em São Paulo, para definir novos passos na luta contra a privatização, Postalis e Plano de saúde dos trabalhadores.

O Contracheque dos trabalhadores já se encontra disponível na rede com o desconto referente ao plano de saúde, o que de forma veemente nós repudiamos. Diante disto, já estão sendo tomadas as providências devidas judicialmente.

Por outro lado, mesmo diante dos descontos desproporcionais em relação aos nossos baixos salários, aqueles trabalhadores que ainda assim tiverem condições de permanecer no plano, o façam, pois caso haja vitória dos trabalhadores nos tribunais nos próximos dias, quem sair e escolher retornar ao plano terá de cumprir carências para utilização do plano de saúde.

No início de fevereiro com a reabertura do expediente, as representações dos trabalhadores voltarão ao STF.

Foi publicado na manhã desta terça-feira (28/01) o agendamento do julgamento dos embargos de declaração no Dissídio Coletivo em tramitação no TST, marcado para o dia 17 de fevereiro, às 13:30, no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília.

Ressaltamos que tanto o SINTECT-MA quanto a FINDECT continuarão presentes e firmes trabalhando em defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras.

Leia na íntegra o INFORMATIVO 003 DA FINDECT

 

 

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post