OPINIÃO: CONSIDERAÇÕES SOBRE O ACT 2019


PUBLICADO EM 05 DE JULHO DE 2019

De forma bem clara, não se pode afirmar que o ACT 2019 é a mesma coisa do que foi os anos anteriores.

Os trabalhadores nos seus pedidos de negociação pedem as mesmas coisas todos os anos. A empresa por sua vez tenta retirar os mesmos direitos todos os anos. Isso não é o ponto de diferença.

Então porque se pode afirmar que esse ano não está igual aos outros anos?

Porquê não é mesa de negociação quem resolve se os trabalhadores ganham ou perdem direitos!

O principal fator que leva os trabalhadores a ganhar ou perder é o quanto está forte o controle do governo em cima da empresa, determinando a  retirada dos nossos direitos se comparado à quantidade de trabalhadores que estão dispostos a lutar, mesmo que isso signifique ter descontos de dias de greve para manter e ampliar nossos direitos!

Não defendo greve pela greve, nunca foi esse meu perfil, pois por várias vezes não apenas votei como também orientei para que não fosse feita greve.

Mas, até que chegue o dia 26 de junho, data em que haverá a proposta final do Correios, todos devem ter um só pensamento: de que se tentarem tirar nossos direitos vai ter muita luta já nesse fim de mês de julho!

Então, não achem que com medo de privatização vamos conseguir manter nossos direitos. Ou colocamos coragem em nossas atitudes e vida ou a privatização vai ser o menor de nossos problemas.

 

Wilson Araújo

Diretor da FINDECT

 

LEMBRAMOS QUE ESSE TEXTO EXPRESSA AS OPINIÕES DO AUTOR

 

Informamos ainda que este espaço está disponível para que os trabalhadores possam expressar livremente suas opiniões.Lembramos ainda que os textos enviados deverão conter a assinatura de seus autores e que somente dessa forma serão publicados. Os textos deverão ser enviados para sintectma@uol.com.br

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site