GREVE DIA 17/08 – PRINCIPAIS DÚVIDAS


PUBLICADO EM 03 DE AGOSTO DE 2020

Após o anúncio de que a assembleia de avaliação para greve acontecerá no dia 17/08 (onde se aprovada, estaremos todos em greve no Maranhão dia 18), surgiram algumas dúvidas. Selecionamos aqui algumas das principais:

1º Porque esse ano a empresa está falando em diminuir os direitos dos trabalhadores  e extinguir vários outros se no ano passado o TST julgou a validade da sentença como sendo de 2 anos?

R- em Dezembro de 2019 o ministro Dias Toffoli através de uma decisão liminar no STF (diferente do TST), determinou aumento nos valores pagos pelos funcionários do plano de saúde e também que a sentença não vale por 2 anos. Mesmo não tendo sido definida nova data final para a sentença, a empresa resolveu por si mesma dizer que a sentença somente vale até o fim de julho.

2º O que os sindicatos ficaram fazendo enquanto isso?

R- Dezenas de procedimentos judiciais foram realizados, inclusive chegando a suspender a cobrança a mais no plano de saúde. Sindicatos e FINDECT nunca pararam de brigar neste quesito, utilizando inclusive da Frente Ampla em Defesa dos Correios, composta por centenas de deputados para ter audiências no STF. Greve não está descartada.

3º Já perdemos nossos direitos então com essa intromissão do STF e não tem mais nada para fazer?

R- Pelo contrário, o STF não vai encerrar essa discussão sobre direitos caso julgue contra os trabalhadores. Dia 14 de agosto está agendado iniciar o julgamento sobre plano de saúde e prazo da sentença. Se for julgado pelo STF que o prazo da sentença é de 2 anos ou de pelo menos mais do que 12 meses, então a luta por nossos direitos após o prazo fixado de validade pelo STF. Ou seja, se voltar a ser dois anos vamos discutir direitos dos trabalhadores em ACT somente ano que vem, ficando para até lá o intenso debate sobre privatização.

4º O que é privatização, o quanto ganho e meu emprego tem haver com isso??? Minha família está em risco?

R- Sim, existem riscos muito grandes caso seja aprovada a diminuição dos direitos dos trabalhadores até ficar igual a CLT. Temos que compreender que os trabalhadores de Correios ganham um pouco melhor do que o mesmo trabalhador na iniciativa privada, fruto do esforço e da luta de anos. É pouco, em média os trabalhadores de Correios recebem menos de 2 mil em salário e mil reais em benefícios. Se ficarmos iguais aos outros trabalhadores da iniciativa privada vai ser muito mais leve para um futuro dono do Correios demitir quem já tem mais de 10 anos na empresa e contratar jovens em início de carreira com salário inicial. Então, seu salário e seu emprego estão em risco se a privatização for aprovada.

5º Se é tão grave assim porque a assembleia de greve somente dia 17???

R- Greve é a última opção utilizada pelos trabalhadores e sempre será. Trabalhadores detestam entrar em greve, ficam com trabalho acumulado, sempre têm perdas financeiras, estraga a imagem da empresa e trabalhadores de Correios gostam mesmo é de ter o orgulho de fazer seu trabalho bem feito. Já que o começo do julgamento no STF ocorre dia 14, uma sexta feira, ficou para segunda a avaliação sobre o que foi julgado naquela data. Dia 17 é a segunda feira, logo após o julgamento, dia onde todos os sindicatos com os trabalhadores vão avaliar sobre a greve.

DIRETORIA COLEGIADA DO SINTECT-MA

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post