TST DIVULGA DESPACHO E CONVOCA FEDERAÇÕES PARA REUNIÃO BILATERAL


PUBLICADO EM 28 DE AGOSTO DE 2019

Após reunião realizada na tarde de ontem, 27, o vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva divulgou o despacho convocando reunião bilateral de trabalho e negociação, para o dia 10/09/2019, às 14:00 horas.

 

A diretoria da FINDECT foi informada pelo TST que não havia obtido avanços na negociação do Acordo Coletivo de Trabalho ou novas propostas, em relação ao que foi apresentado na reunião anterior, porém na tarde de hoje, o Ministro comunicou as entidades sindicais da reunião a ser realizada no dia 10/09, podendo assim definir um possível calendário de reuniões de negociação.

O principal motivo de não avançar nas negociações é a recusa do Governo e da direção da ECT em dialogar, negociar e atender reivindicações dos trabalhadores. Outra dificuldade seria o motivo das mudanças constantes na direção da ECT, segundo avaliação do próprio TST.

Esgotar as possibilidades de negociação

A FINDECT e os Trabalhadores(as) dos Correios têm demonstrado disposição para esgotar todos os canais possíveis de diálogo e negociação, de forma responsável, madura e democrática.

O diálogo, no entanto, não está ocorrendo porque o Governo e a direção da ECT não têm a mesma disposição, se recusam a atender reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras e, ainda, querem retirar vários direitos e reajustar salários e benefícios econômicos num percentual muito abaixo da inflação do período.

União e disposição de luta

A FINDECT ressalta que, mais do que nunca, é preciso manter uma forte mobilização em defesa de dos empregos e da manutenção de todas as cláusulas do Acordo Coletivo.

A categoria ecetista tem uma trajetória histórica de batalhas. Já passou por muitas adversidades e lutou em diferentes contextos políticos. Venceu e conquistou, com união de todos os trabalhadores da categoria, direitos e benefícios importantes. Agora, exige da ECT e do governo respeito na negociação do Acordo Coletivo.

O momento atual exige união e disposição de luta de todos os trabalhadores e trabalhadoras da categoria. Essa é a única forma de resistir aos ataques e conquistar o atendimento de reivindicações fundamentais para a sobrevivência de cada um e seus familiares!

FINDECT na luta em defesa dos direitos dos trabalhadores!

Despacho do TST

 

Fonte: FINDECT

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post