SEMINÁRIO PARA DEBATER A PRIVATIZAÇÃO REÚNE TRABALHADORES DOS CORREIOS EM SÃO LUÍS


PUBLICADO EM 11 DE SETEMBRO DE 2019

Na manhã desta quarta-feira (11/09), primeiro dia de greve da categoria, os trabalhadores participaram do Seminário organizado pela diretoria do sindicato, para discutir a privatização da empresa, anunciada pelo governo.

O debate aconteceu no auditório do Sindicato dos bancários, no centro de São Luís e contou com a participação de outras categorias, entre elas Urbanitários  representados  por Fernando Pereira, Presidente do Sindicato e Eloy Natan Presidente do Sindicato dos Bancários, que também contribuíram para o debate.

Na ocasião, Fernando falou sobre a Eletrobras que também está na mira da privatização assim como dos desdobramentos que esse processo trará aos Eletricitários e à sociedade. Por sua vez, Eloy falou sobre os impactos que a privatização dos bancos públicos trará ao Brasil. Ambas as privatizações representam a perda de patrimônios do povo brasileiro e trarão cada uma em sua área de atuação, impactos negativos à vida dos brasileiros, entre eles, talvez o mais grave de todos, o aumento do desemprego.

Algo que ficou claro foi a necessidade de organização da luta dos trabalhadores e trabalhadoras contra o que o governo chama de reestruturação que nada mais é do que uma parte do processo até chegar à privatização propriamente dita.

Já no período da tarde, o diretor da FINDECT, Wilson Araújo falou dos desdobramentos que envolvem a privatização dos Correios e as ações que têm sido desenvolvidas e o que mais pode ser feito pelos trabalhadores na luta contra a privatização dos Correios. Ao final de cada palestra do dia os trabalhadores puderam fazer perguntas, tirar dúvidas e dessa forma, agregar mais conhecimento sobre o tema em debate.

Durante os dias de greve o SINTECT-MA continuará desenvolvendo ações que chamem os trabalhadores e trabalhadoras para a luta.

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Campanha Salarial rodapé do post

Campanha Salarial rodapé do post