Nos últimos dias, muitos questionamentos têm sido feitos pelos trabalhadores, principalmente em relação a 3 (três) processos em tramitação, referentes a ações movidas pelo SINTECT-MA.

Devido a isso, seguem abaixo alguns esclarecimentos a fim de sanar algumas dúvidas.

Sobre a retirada dos Vigilantes das Agência dos Correios

A liminar foi deferida, mas acredita-se que a empresa ainda não cumpriu, devido aos prazos processuais estarem suspensos até o dia 20/01, devido ao recesso, o que acaba causando ainda mais lentidão. Vale lembrar, que já se percebe essa lentidão inclusive fora do período de recesso.

No entanto, o juiz já foi informado do não cumprimento e em resposta, disse que somente poderá tomar uma providência depois que expirar a suspensão dos prazos, ou seja, após o dia 20/01.

Sobre o desconto no período de greve:

De um dia no mês de Abril

O processo tramita na 5ª vara, Nº 0016916-44.2017.5.16.0002, já houve audiência, e sendo aguardado o julgamento.

Sobre o desconto da última greve

Também existe um processo de Nº 0017791-51.2017.5.16.0022, que tramita na 7ª vara. A audiência está marcada para acontecer no dia 05/02 às 09:00h.

Existe um memorando que trata dessa situação, onde orienta que os próprios gestores devem regularizar essa situação, inclusive sem a necessidade de intervenção do judiciário. A não resolução só configura falta de habilidade da empresa, seja na administração na regional ou na administração nacional, em Brasília. Não haveria se quer a necessidade de abertura de um processo na justiça, caso os gestores fossem competentes em resolver internamente.

Sobre o abono pecuniário de férias

Apesar de a sentença ter sido favorável, a empresa entrou com recurso, nos levando então a ter que aguardar o término do processo, para que enfim os trabalhares recebam as diferenças do abono.

O Sindicato está recolhendo provas de que a sentença não foi respeitada, através dos e-mails dos trabalhadores (que têm enviado e-mail ao RH da empresa) e assim que acabar o recesso forense, irá conversar novamente com o juiz.

Esclarecemos ainda que isso não significa que as coisas serão resolvidas pra ontem, mas estamos fazendo o que está ao nosso alcance para que essa e outras questões sejam resolvidas.