Reunião extraordinária da FINDECT discute assistência médica e demais ataques aos direitos dos Trabalhadores

Diretoria da FINDECT esteve reunida nesta Quarta-feira (11) para debater e tirar um encaminhamento sobre a situação do plano de assistência médica da categoria. Além desse assunto, outros de grande relevância para a categoria também foram discutidos. A intervenção no Postalis, prorrogada por mais 180 dias, preocupa a todos os participantes, ativos e aposentados. Ainda, as recentes medidas adotadas pela administração dos Correios, sob o comando do Ministro Kassab, são consideradas ataques à categoria. Por exemplo, a extinção do cargo de OTT, as demissões motivadas e o fechamento de unidades são manobras que visam a entrega ao mercado privado, e inconsequente privatização da empresa centenária.

Participaram da reunião os representantes da diretoria dos sindicatos filiados (São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru, Maranhão e Tocantins), além das associações profissionais da categoria (Adcap, Faaco, Aract) e representantes dos Trabalhadores nos conselhos da Postal Saúde e diretoria do Postalis.

Diante do informativo primeira hora, divulgado pela Empresa na tarde desta Terça-feira (10), a diretoria da FINDECT orienta aos Trabalhadores e sindicatos filiados a aguardarem um posicionamento após as discussões. Ainda existem divergências na interpretação da decisão do TST, e elas podem prejudicar os mais de 100 mil Trabalhadores dos Correios, e seus familiares.

Fonte: FINDECT

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *