Interrupção do transporte de carga no interior do estado preocupa FINDECT

Há diversos dias têm chegado reclamações sobre problemas de interrupção no transporte de cargas das transportadoras terceirizadas utilizadas pelo Correios, prejudicando sobre maneira a população já sofrida do interior do estado e colocando em risco a integridade do trabalhador ECTista. 

Os contratos 17/2012 e 14/2012 parecem estar com problemas para execução de pagamentos, mas os contratos 05/2015 e 06/2015 aparentam estar em situação ainda mais grave pois já tem ocorrido ausência de transporte dos objetos postais do Centro de Tratamento em São Luís até, principalmente, as agências da baixada maranhense. 

Externo aqui como diretor da FINDECT minha preocupação com o não atendimento da população mais carente de nosso estado do Maranhão  e com os trabalhadores.  Com isso, temos duas situações que são, ambas muito importantes. Por um lado, o trabalhador que fica extremamente prejudicado em suas atividades devido à pressão que é colocada sobre ele tanto pela sociedade  quanto pelo acúmulo de trabalho devido à carga represada, e por outro lado, a população que fica prejudicada com o atraso na entrega de suas encomendas e algumas vezes até mesmo o extravio, como consequencia da precariedade da situação.

Aguardamos soluções mais rápidas possíveis e esclarecimentos para esta entidade classista no prazo máximo de 5 dias uteis (dia 21 de novembro). Não queremos ter de incluir mais uma vez o elemento judicial na questão porém, se após o prazo esgotado não houver solução adequada avaliaremos levar essa situação até as autoridades pertinentes no âmbito judicial. 

Wilson Araújo

Diretor da FINDECT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *